sábado, junho 21

ESTURRÊRA DUM CABRÃO



Alentejo. Meio - dia. O sol é quente
Anda no ar um sopro de fornalha
Cruzam-se as espigas dolorosamente
A luz tomba dos céus como limalha.
Campos além. Silêncio. Não há gente
A solidão, os erros, a mortalha
Sinto que a vida pára de repente
Tal o sossego que em redor se espalha.
A terra sofre sequiosa, exangue,
No horizonte as nuvens escorrem sangue
Esbrazeadas pelo sol que morde o chão.
Eu penso nas charruas, nas aivecas
No esforço que transforma estas charnecas
Num mar de espigas que nos dá o pão.
Joaquim Costa
( As fotos continuam a ser de Xica)

4 comentários:

Susete Evaristo disse...

Miga desbraziada sabes o quéqué sinto falta nas horas de calôri? Das maganas das folgas. Ai como sabia beim dormir uma folgazinha despois do almoço com a casa ogada de fresco janelas meias fichadas p´ra entrar o ar e a gente naquela madorna do dormi nã dormi.
Aqui nã dá a gente põe-se vendo a televisão ou vai ó cafei e a madorna nã chega.

XICA disse...

Susete, só mesmo tu pra me fazeres rir, mesmo com os olhos completamente cheios de lágrimas, porque vim agora mesmo da barraquinha do camarada MazdaK e acabei de ver uma foto da preparação da FESTA DO AVANTE. Emocionei-me com a foto, com a forma como ele descreve, ainda que suncintamente, o sentir de todos nós que participamos nela.
Como é bom chegar, olhar à nossa volta e arregaçar as mangas, independentemente da formação académica de cada um, independentemente do sexo, ou idade, como é lindo aqueles momentos em que damos tudo por tudo para construir a nossa FESTA, todos os anos, a sensação é, como se chegássemos a uma casa nossa, acabadinha de comprar e temos urgência em a decorar e organizar ao nosso jeito para receber os amigos, e como nós desejamos que eles vejam o reflexo do nosso empenho, que entendam que o que ali está, foi feito com muito carinho, muito esforço, muita amizade, uma enorme ALEGRIA e é para eles.

Pjsoueu disse...

Xica; minha comadre.-...
mas esta ESTURRêRa dum cabrão....
TB a sinto aqui...Tá munta Calma Porraa,,,,em tã pocos dias.. o que isto aqueceu...

a Sorte é o meu Chapéu preto de aba larga...melhori que um sombrero lá dos lados dos mexicanos...lol

Um beijo por um queijo alentejano - dôvelha" são os melhoris...aha pois...

beijo com sabor do Alentejo: Pj

Susete Evaristo disse...

Ó miga há 3 dias à esturrêra ainda te quêmas.
Ósdepois naqueres ficar desbraziada ainda te chamusga com tanto calôri menhar!