segunda-feira, junho 1

NALGUM LUGAR PERDIDO



Olhar-te um pouco
Enquanto acaba a noite
Enquanto ainda nenhum gesto te magoa
E o mundo for aquilo que sonhares
Nesse lugar só teu


Olhar-te um pouco
Como se fosse sempre
Até ao fim do tempo,
até amanhecer
E a luz deixar entrar o mundo inteiro
E o sonho se esconder

Nalgum lugar perdido
Vou procurar sempre por ti

Há sempre no escuro um brilho
Um luar
Nalgum lugar esquecido
Eu vou esperar sempre por ti.
Mafalda Veiga