segunda-feira, maio 18

É TEMPO DE LUTAR

Tal como diz o meu amigo maltês sou uma unidade ilógica do tempo e não um muro de lamentações, e correspondendo isto à verdade não posso perder tempo com duvidas existenciais, por mim apelidadas de "mariquices e frescuras", porque o tempo é, como ele diz,


Este é o tempo de acordar

É o tempo de dizer não


É o tempo de dizer basta!

É o tempo de existir, de estar, de ser

É o tempo de estar presente

Este é o tempo de acabar com os Homens esquecidos

É o tempo de acabar com os Homens abandonados

Este é o tempo de lutar

É o tempo de cortar amarras e algemas

Este é o tempo de acreditar, é o tempo de querer

Este é o tempo de abrir as asas e voar

Este é o tempo em que a besta se revela e os abutres de bico aguçado

Se aliam às feras de garras aguçadas

Para comer a carne dos Homens e lhes sugar o sangue de que se alimentam

Sim é possivel tranformar o tempo é possivel criar o tempo dos Homens
O maltês