segunda-feira, março 9

4 comentários:

Manuel Cataluna disse...

Boa noite,
Simplesmente maravilhoso:
abraçito do môço

XICA disse...

Concordo! Simplesmente maravilhoso, e tão fácilmente visivel para os seres humanos que se prezam ter essa designação hoje em dia.
Numa altura em que o grande problema das pessoas para além de tudo o que já sabemos, temos uma sociedade constituida maioritáriamente por seres humanos egoistas, individualistas, apáticos,uma sociedade doente, onde actualmente, à semelhança do que se passou há muitas décadas atrás a subserviência é ponto de honra, onde a podridão cheira a kilómetros de distância e fica impune, onde o compadrio se instalou, a corrupção é pão nosso de cada dia, e encarada com a naturalidade a que assistimos.
Cá estamos nós, as excepções à regra, e a valorizarmos estes pequenos nadas que fazem da existência dos homens uma alegria.
Abraçitos

XICA disse...

Hum! Não satisfeita com a construção do texto abaixo, aqui fica a reclamação e a chamada de atenção para os atentos leitores, a autora detectou e não lhe apeteceu proceder á construção correcta, uma vez que o estômago diz que a bateria tá no limite, há que carregar o dito cujo com uma tigela de "capim", uma vez que a proximidade à época balnear é visivel e as "Barbies" estão completamente adulteradas.

Manuel Cataluna disse...

Boa tarde,
Sublinho o que escreveo:
E assino por baixo...
Uma saladita de capim, refresca e mantém a linha:
Só um aparte o seu Melro faz inveja ao Melro que canta todos os dias aqui perto da minha casa.
A minha Marianita ficou encantada, com o vídio, dizia ela que parecia a Primavera ...
Assinado por o môço da garrite.