terça-feira, outubro 14

Acordar do sonho com a lua por companhia,

na solidão, procuro o que me escapa por entre os dedos.

Olho,

as mãos vazias

e no horizonte,

um manto de estrelas por companhia.

A tristeza insiste em acompanhar este voo solitário,

apenas ela e sómente ela.

3 comentários:

Ludo Rex disse...

Tens que te levantar e seguir em frente... Força.
Kiss

bulgari disse...

Miga! Não sei o que te diga. A não ser que já tenho saudades tuas e que admiro imenso a tua força (mesmo quando não sabes dela).
Só te posso dizer que, um dia a dôr será menor. Para a frente camarada! Para trás mija a burra...

XICA disse...

Ludo, mas eu tou de péi, nã vês? Oh pra mim munto acomodadinha no caquêrinho, mas muito atenta e vigilante, como exige a situação.
Montes de mimos, a tristeza, logo logo passa.
Bulgari, menher, nã abales assim durante tanto tempo quéu fico com saudades amiga, como estão as coisas? Espero que bem melhores.
Olha, jé pode sair coelho do mato, precisamos desanuvier uma miguelha, combina com o J. e diz.
Muitos mimos. Gosti particularmente do " pa traz mija a burra", nem mais!