sexta-feira, junho 6

A GRAVE DOENÇA DE ESTAR SEMPRE A PENSAR





" Os pensamentos barram amiude o caminho do PAPALAGUI, como um grande bloco de lava impossível de deslocar. Se pensa em coisas alegres, não sorri; se pensa em coisas tristes, não chora.

O PAPALAGUI é, regra geral, um ser vivo dominado por uma perpétua luta entre os seus sentidos e o seu espírito, um ser humano dividido em dois.

A vida do PAPALAGUI faz lembrar um homem que vá de canôa a Savau e que, mal se afaste da margem, pense - quanto tempo levarei daqui até Savau? - e assim põe-se a pensar, sem ver a risonha paisagem que vai atravessando. Depara-se-lhe então, na margem esquerda, o flanco de uma montanha, da qual já não mais desvia os olhos - que haverá ali, detrás daquela montanha? - mal passou a montanha já um novo pensamento o atormenta....."

Do livro " O PAPALAGUI"
Discursos de tuiavii, chefe de tribo de tiavéa, nos mares do sul

5 comentários:

samuel disse...

Se fosse possível mais vezes pura e simplesmente "desligar" e gozar o que se tem em vez do que estará (?) para lá da montanha...

XICA disse...

É mesmo Samuel.

Susete Evaristo disse...

Olha ali a minha velha ponte!

Mas amiga sem horizontes no pensamento estar-se-ia sempre no mesmo lugar.
O que é preciso é de facto alcancar a montanha, ultrapassá-la, contudo sem pressas apreciando cada detalhe das pedras, árvores ou flores, que vá encontrando pelo caminho. (o riso o choro a saudade e todos os sentimentos que fazem o ser humano crescer)
Ou seja, alcançar os nossos objectivos é uma forma de evoluir mas sem que isso seja de tal forma uma obsessão que não nos deixe tempo para mais nada.
Um beijo

sousa disse...

não tenho tempo para paleio vou ali já volto apanho a tua ponte até a praça da republica Serpa ver o Carlos do Carmo e marcar lugar para domingo (parece que vai la um brasileiro botar umas modas) xau
abreijos

XICA disse...

Então já são 2!